REVISTA PeR (3034)'
     ||  Início  ->  
Artigo

PERGUNTE E RESPONDEREMOS 522 – dezembro 2005

No limiar da morte:

 

“ELES VOLTARAM DA MORTE"

(SUPERINTERESSANTE)

 

Em síntese: A revista SUPERINTERESSANTE, agosto 2005, apresenta a reportagem de Marcos Nogueira referente a depoimentos de pessoas que em coma dizem ter saído do seu corpo e viajado no espaço antes de voltar ao corpo. O presente artigo reproduz textos que descrevem o fenômeno, que será elucidado no seguinte artigo deste fascículo.

 

A revista SUPERINTERESSANTE, de agosto 2005, aborda em suas páginas 48-55 a temática relativa a quem entra em coma profundo: a alma sairia do corpo, conforme relatam vários pacientes, e viajaria pelo espaço antes de retornar ao corpo. O assunto é apto a causar sensacionalismo e provocar a imaginação com seus devaneios. Eis por que neste artigo apresentaremos sumariamente o conteúdo da reportagem, ficando a elucidação do fenômeno para o subseqüente artigo deste fascículo (A Luz do Além).

 

Eles voltaram da morte

 

A ciência finalmente começa a desvendar as experiências de quase-morte. E a compreender o que acontece quando a vida termina

 

Pioneiro nesta área de investigações o Dr. Raymond Moody Jr, que ouviu os depoimentos de 150 ou mais pessoas que estiveram em coma profundo e narraram as suas experiências de quase-morte (EQM). Estas foram publicadas em dois livros: "Vida depois da vida" e "A Luz do Além". Observa Marcos Nogueira: "A veracidade desses relatos nunca pôde ser provada. Mas os pontos comuns a todas as narrações trouxeram a desconfiança de que se tratava de algo além de mentiras ou delírios" (p. 49).

Eis três depoimentos significativos:

 

1. Inês de Chagas Lima

"Percorri os corredores do hospital. Parecia que eu estava flutuando, como se não tivesse meu corpo. Passei por várias portas e via as pessoas, mas elas pareciam distantes. Tudo era claro, muito claro! Vi uma luz muito forte que estava lá no fundo. Quando cheguei, era um lugar diferente de tudo o que já tinha visto. Era o céu, de alguma forma eu sabia. Havia alguém me acompanhando, mas eu não sabia quem era. Estava acima de outras pessoas, como em uma nuvem, quando de repente vi meu pai, já falecido. Fiquei feliz e disse para ele: 'pai, traz uma escada que eu vou descer', mas ele disse: 'não, filha, você não pode!". E foi então que eu acordei".

 

Inês de Chagas Lima é agente de saúde em Pindamonhangaba, SP. Ela entrou em coma após complicações na retirada de um cisto ovariano.

 

2. Maria Aparecida Cavalcanti

"No momento do acidente, eu me senti tragada por um 'túnel de vento. Fiquei flutuando no asfalto e vendo o carro capotar num barranco. Outro carro parou e 3 homens saíram dele. Um deles desceu o morro e disse: 'Tem uma mulher morta ali'. Era eu. Não tive nenhum choque ao vero corpo - apenas lamentei, em pensamento, o que tinha sofrido. Fora do corpo, conseguia enxergar em todas as direções ao mesmo tempo. Então eu avistei 2 pessoas flutuando acima do morro. Uma delas era uma mulher morena. A outra, a silhueta de um homem alto, me pareceu conhecida - apesar de ser transparente. A moça esticou o braço direito e disse, sem mexer a boca: 'tenha calma: isso está na sua programação'. Essa frase funcionou para mim como uma senha. Era como se eu resgatasse toda a minha memória. Deslizei em direção à dupla, mas lembrei que meu único filho de 12 anos estava sozinho num chalé sem vizinhos e sem telefone. Alguém precisava resgatá-lo. Nesse mesmo instante, fui tragada de novo pelo túnel e voltei ao corpo. Daí senti uma dor horrível. Foi o único jeito de avisar a família sobre o acidente e resgatar meu filho".

 

Maria Aparecida Cavalcanti é radialista universitária em São Paulo. Diz ter passado por 3 experiências de quase-morte. O relato acima se refere à segunda dessas experiências, ocorrida depois de um desastre automobilístico em Santa Catarina, em 1994.

 

3. José Carlos Ramos de Oliveira

 

"A última coisa que ouvi foi o médico dizer: 'fibrilou'. Eu estava morrendo e me ressuscitaram. Como se fosse um sonho, entrei em um túnel escuro. Era uma sensação de prazer, de paz e de bem-estar que não tem explicação. Acho que só quem passou por isso sabe do que estou falando. E, de repente, comecei a ver tudo de trás para frente, como uma câmera de cinema num trilho. Via faces em preto-e-branco na parede do túnel. Não eram rostos de pessoas conhecidas. E o 'trem' da câmera de cinema voltando para trás em uma velocidade espetacular".

 

José Carlos Ramos de Oliveira é médico cardiologista em São Paulo e sofreu uma parada cardíaca em 1989.

 

As Cinco Etapas

Os observadores apontam cinco etapas da EQM:

 

1) Saída do corpo

O núcleo da personalidade (ou a alma) sai do corpo e experimenta grande paz. Perde as noções de espaço e de tempo.

 

2) A Viagem

O sujeito se põe a flutuar nos corredores do hospital em que está, e passa para o espaço aberto, podendo chegar a lugares distantes e fazer viagens espaciais.

 

3) O Túnel

O viajante passa por um túnel muito escuro em grande velocidade como se estivesse sendo tragado por um aspirador de pó gigante.

 

4) A Luz, o Jardim ameno, os familiares e amigos

O túnel desemboca num parque luminoso, em que se encontram familiares e amigos do viajante. Aparece uma entidade bondosa e acolhedora, a qual recebe o nome que o sujeito lhe queira dar.

 

6) O Retorno

De repente o viajante é puxado para trás e se vê obrigado a voltar ao seu corpo.

Eis sumariamente o que Marcos Nogueira transmite aos leitores de SUPERINTERESSANTE. As notícias sugerem a pergunta:

 

QUE DIZER?

 

Em resposta analisaremos a obra "A Luz do Além" do Dr. Moody Jr., que é a fonte donde se origina a reportagem da revista citada. Veja-se o artigo que se segue (A Luz do Além).

 

 

Dom Estêvão Bettencourt (OSB)

 


Pergunte e Responderemos - Bíblia Online Católica
Como você se sente ao ler este artigo?
Feliz Informado Inspirado Triste Mal-humorado Bizarro Ri muito Resultado
5 0
PUBLICAR - COMENTAR - EMAIL -  FACEBOOK 
-

:-)